Bombas para o processo de transformação de cerâmica

  1. Bombas para o processo de transformação de cerâmica

As bombas para o processo de transformação de cerâmica são uma ferramenta fundamental para um dos mais conceituados setores industriais da Itália, que tem um volume de negócios anual de mais de 6,5 mil milhões de euros e emprega cerca de 28.000 trabalhadores. Altamente orientado para a exportação e também para a internacionalização das instalações de produção, o setor da indústria cerâmica na Itália reúne centenas de empresas envolvidas e um grande número de unidades de produção italianas com presença no mundo.

A Perissinotto S.p.A., graças a mais de 70 anos de experiência e ao empenho contínuo do seu departamento de investigação e desenvolvimento, disponibiliza à indústria cerâmica (tanto italiana como internacional) as soluções de bombagem mais adequadas para todas as suas necessidades.

De fato, todas as nossas bombas centrífugas podem ser adaptadas ao processamento de cerâmica, em virtude do elevado nível de personalização do produto com base nas exigências dos clientes e nos processos do setor em que operam.

A versatilidade é acompanhada pela qualidade: a extraordinária durabilidade dos corpos e dos rotores (disponíveis em superliga ou revestidos de borracha) permite com frequência que as nossas bombas para o processo de transformação de cerâmica funcionem durante muitos anos sem necessidade de manutenção.

Durante o ciclo de produção, as nossas bombas podem ser utilizadas para o transporte de diversos materiais, tais como barbotina e esmaltes cerâmicos; também podem ser utilizadas em instalações para a recuperação de pó que pode depois ser reintroduzido no ciclo de produção.

Bombas para barbotinas cerâmicas

As bombas para barbotinas cerâmicas devem fazer face à natureza muito abrasiva da barbotina e à sua elevada viscosidade, que as expõe a um processo potencialmente desgastante: a qualidade dos revestimentos de rotores e corpos é, portanto, determinante para conter o desgaste e reduzir a necessidade de manutenção.

É igualmente importante, para garantir a eficiência da produção e a qualidade dos produtos, manter a uniformidade das barbotinas nos níveis corretos durante todo o percurso de transferência dos moinhos amassadores para os tanques de armazenamento, e destes últimos para os tanques de alimentação dos atomizadores.

Esta operação não é fácil, devido à elevada abrasividade do material. Não obstante, a nossa Empresa está em condições de aceitar este desafio, graças à versatilidade dos nossos produtos: todos os modelos, de fato, podem ser utilizados como bombas para o processo de transformação de cerâmica, bem como podem adaptar-se a qualquer outro setor de utilização. 

Alguns modelos, contudo, provaram ser ideais para a utilização como bombas para barbotina cerâmica, tais como, por exemplo, a bomba PEMO mod. S-ATM AO/AB/TC/AS-B77.

É um tipo de bomba horizontal, adequada para a transferência de líquidos com elevadas concentrações de partículas abrasivas, em aplicações onde a pressão de descarga necessária é de até 20 bar (290 psi) e a dimensão das partículas não excede 2 mm.

Este modelo de bomba foi especificamente concebido para alimentar os atomizadores de grandes dimensões, e com mais de 60 unidades vendidas em apenas alguns anos, já comprovou ser uma alternativa bem sucedida para gerir bombas de pistão menos eficientes e mais complexas utilizadas para as mesmas aplicações.

Bombas para esmaltes

O principal desafio que as bombas para esmaltes devem enfrentar durante o ciclo de produção da cerâmica é poder operar mesmo a pressões elevadas, garantindo sempre a dosagem correta.

Após as argilas e outras matérias-primas terem sido misturadas e moídas nos moinhos até à obtenção da barbotina, esta é armazenada em tanques com agitadores e depois colorida em massa pela adição de corantes.

Também neste caso, a experiência consolidada da nossa Empresa e a dedicação na investigação e no desenvolvimento de produtos permitem-nos fornecer às empresas que operam no setor cerâmico as soluções mais adequadas às suas necessidades.

A transferência dos esmaltes para as cabinas de esmaltagem realiza-se através de bombas verticais aspirantes específicas, instaladas em recipientes nos quais o esmalte, de forma a evitar a sedimentação, é continuamente misturado pela mesma bomba de trabalho.

A maior vantagem das nossas bombas centrífugas para a indústria cerâmica deve-se à vida útil quase ilimitada dos revestimentos de borracha dos corpos e rotores: na prática, as nossas bombas para o processo de transformação de cerâmica podem trabalhar a plena capacidade sem necessidade de manutenção por um longo tempo.

Bombas de água de lavagem

No processo de produção da indústria cerâmica, as bombas de água de lavagem têm a função de bombear e recuperar a água de lavagem das linhas e dos moinhos.

Na indústria da cerâmica, o consumo de água é um aspeto significativo da fase de produção: a sua utilização é essencialmente na moagem de matérias-primas, na esmaltagem e no acabamento de cerâmicas cozidas.

Desde algumas décadas as empresas do setor têm vindo a implementar processos eficazes de reutilização de águas residuais, obtendo resultados respeitáveis: de acordo com os dados da Confindustria Ceramica, o fator médio de recuperação (nomeadamente, as águas reutilizadas, em comparação com as águas residuais produzidas) desde 2015 tem sido de 104%. Com efeito, num contexto de economia circular, a indústria da cerâmica destaca-se pela sua capacidade de reutilizar internamente a maior parte dos resíduos criados durante a fase de produção.

As bombas de alta pressão para filtro-prensa são particularmente adequadas para a recuperação e tratamento de água de lavagem.

Também neste caso a nossa Empresa pode trabalhar lado a lado com empresas do setor com uma gama de bombas para o processo de transformação de cerâmica versáteis e duráveis: há mais de 40 modelos desenvolvidos para este fim pela Perissinotto S.p.A., todos os quais personalizáveis de acordo com as necessidades do cliente. É uma oferta que – pela quantidade e qualidade dos modelos disponíveis – não tem equivalente no mercado italiano ou internacional.

O seu ponto forte é a aspiração lateral sobre o desenho horizontal. Esta configuração também os torna mais eficientes comparativamente a outros produtos semelhantes e, acima de tudo, garante uma maior resistência ao desgaste.