TIPOS DE BOMBAS PARA LODO

news tipos de bombas para lodo

Existem muitos setores que, nos seus processos, requerem o uso de bombas para lodo: desde o setor de mineração e atividade extrativa à indústria cerâmica, do trabalho da pedra, mármore e granito à indústria do papel, da depuração das águas ao tratamento da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos.

Para cada um destes setores, a PEMO pode propor tipos de bombas para lodo adequadas à sua aspiração e transporte, sejam eles densos, abrasivos, ácidos ou de esgoto.

Alguns desses modelos, disponíveis em diferentes materiais, como revestimentos de borracha, liga Hardalloy PEMO (750-800 HB), aço Inox e Hastelloy, podem trabalhar até uma pressão de 20 bar.

Bombas para lodo denso

O setor de agregados, por exemplo, requer a utilização de bombas para lodo denso, capazes de os mover quando concentrado em lagunagem, e alimentar os hidrociclones.

Para este setor, a gama PEMO inclui modelos de bombas para lodo denso tanto nas versões horizontal e vertical quanto na versão submersível. Alguns desses modelos atingem uma vazão de 1 500 metros cúbicos por hora.

Para a transferência de lodo concentrado ou espessado, são utilizados, especialmente, os modelos horizontais das séries AO/AB e AO/AB/DC com aspiração lateral, que podem controlar a pressão máxima que atua nos componentes de vedação, mantendo-a inferior à do fluido de entrada. Isso permite reduzir o desgaste das vedações, prolongando a vida útil, e melhorar a fiabilidade das bombas.

Bombas para lodo de esgoto

As bombas de alta pressão para filtro-prensa são as mais adequadas para o tratamento de lodo de esgoto. A gama PEMO propõe 40 modelos de bombas centrífugas específicas para a alimentação de filtros-prensa nas versões de um, dois ou três estágios, capazes de vazões até 1100 m³/h e pressões de 21 bar.

O ponto forte das bombas para filtro-prensa Pemo é a aspiração lateral no design horizontal, que gere de forma otimizada a pressão de alimentação e descarga, em benefício do empanque mecânico.

Estes modelos podem alcançar uma vazão de 1500 m³/h. Alguns modelos podem ser propostos na versão vertical ou submersível.

Bombas para lodo abrasivo

São propostos diferentes modelos de bombas para lodos abrasivos PEMO:

  • A série Jolly oferece bombas verticais com vazões de 5 a 2000 m³/h, para trabalhar com pressão máxima de 6 a 7 bar. As bombas são projetadas de acordo com as necessidades do cliente.
  • As bombas verticais Mec têm vazões de 5 a 2000 m³/h e uma pressão máxima disponível de 6 a 7 bar.
  • A série AUS, com características semelhantes à gama Jolly, apresenta bombas verticais para trabalhar a seco, pois não contam com sistemas de empanque mecânico.
  • Entre os modelos horizontais projetados para aplicações com lodos altamente abrasivos e/ou ácidos, as séries AO/TI e AO/TD[MP1] oferecem bombas de aspiração frontal com empanques mecânicos simples ou duplos, com vazões de 1 a 2000 m³/h.
  • As bombas horizontais da série AO/AB, coração da produção PEMO, garantem uma longa vida útil ao empanque mecânico graças à aspiração lateral.
  • As bombas submersíveis PEMO são criadas para trabalhar com lodo altamente abrasivo. Todas estão equipadas com uma sonda térmica para o monitoramento da temperatura do motor, uma sonda para o nível do óleo, que pode detetar possíveis infiltrações na câmara de óleo, e um dispositivo para a análise dos sinais provenientes das sondas.

As bombas para lodo PEMO, como todos os modelos propostos por Perissinotto S.p.A., são desenhadas e concebidas à medida, de acordo com as necessidades do cliente. Que tem à sua disposição uma enorme variedade de materiais e configurações, além dos mais de setenta anos de experiência que a empresa – ativa desde 1947 – pode colocar em prática antes, durante e após a compra e instalação dos seus produtos.